Grécia dá novo calote no FMI

A Grécia não conseguiu realizar o pagamento de € 450 milhões ao Fundo Monetário Internacional (FMI) cujo prazo terminava nesta segunda-feira. 

O não pagamento foi confirmado pelo próprio FMI em comunicado na noite desta segunda-feira.

"Os cerca de € 456 milhões devidos pela Grécia ao FMI não foram recebidos na data de hoje. Informamos a nossa Comissão Executiva a respeito do desenvolvimento (da situação). A dívida total da Grécia em atraso com o FMI, até o momento, é de aproximadamente € 2 bilhões", informa o comunicado assinado por Gerry Rice, diretor de Comunicações do FMI.

A falta de pagamento coincide com o acordo alcançado nesta segunda-feira (12), após semanas de tensões, com os sócios europeus em Bruxelas, pelo qual a Grécia aceitou aplicar um duro pacote de reformas estruturais e ajuste fiscal para canalizar suas contas públicas em troca de um terceiro resgate financeiro.

A Grécia evitou com este acordo, no qual também participará o FMI, uma possível saída da zona do euro e a extensão de uma crise de confiança na União Europeia (UE).

No último dia 30 de junho, em pleno drama das negociações, a Grécia se transformou no primeiro país desenvolvido da história a dar calote no FMI ao não cumprir o pagamento de 1,6 bilhão de euros e foi declarado em moratória pela instituição.

                 https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.                  

da Redação

Comentários