Em certo momento, Lula quis a cabeça de Dilma

Lula é amoral, sem princípios e pernicioso. Lula é sem limites.


Enquanto propagava o tal ‘golpe’ se reunia na calada da noite com Eduardo Cunha, para conspirar contra Dilma e contra o PT ou, pelo menos, checar se o impeachment poderia lhe trazer alguma vantagem.

A história vai esmiuçar tais fatos e é assim que o ex-presidente será visto, como 'o maior canalha da história do Brasil'.

Principalmente após suas condenações. A primeira deve sair nos próximos dias e será um marco relevante, um momento marcante, esperado e importantíssimo.

A ex-presidente Dilma Rousseff, questionada sobre os encontros mundanos havidos entre Cunha e Lula, recusou-se a comentar o assunto, mas o seu semblante claramente foi de indignação.

Gonçalo Mendes Neto

goncalo@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários

Mais em Política