Ministro do TSE que votou a favor de Temer agride a esposa e provoca olho roxo

Lembram do ministro Admar Gonzaga? Um dos quatro votos que absolveu a chapa Dilma-Temer dos graves crimes eleitorais cometidos nas eleições presidenciais de 2014.

Pois é, sua esposa, a dona de casa Élida Souza Matos registrou nesta sexta-feira (23) uma ocorrência junto a Polícia Civil de Brasília, acusando-o de agressão.

O ministro tem ‘foro privilegiado’ e não terá o constrangimento de ter que comparecer numa delegacia da mulher para se explicar com alguma delegada.

A madame, esposa do ministro, compareceu na delegacia com o olho roxo e fez o exame de corpo de delito.

O ministro através de sua influência tenta abafar o caso, inclusive já divulgou uma nota neste sentido.

Veja abaixo:

‘O casal Élida Souza Matos e Admar Gonzaga Neto lamenta profundamente e pede desculpas a seus familiares e amigos pelo incidente ocorrido, que não passou de um desentendimento, com exasperação de ambos os lados. Esclarece ainda que o fato noticiado pela imprensa está sendo tratado pelo próprio casal estritamente no âmbito familiar e que buscará o melhor entendimento e o pleno resguardo da integridade de ambos. Nesse momento delicado, pede a todos e todas compreensão e que respeitem a intimidade e a privacidade do casal’.

Foi esta autoridade que recentemente participou de uma das decisões mais importantes da nação.

É a lama generalizada.

da Redação

Comentários