‘Minha Casa, Minha Vida’ de Cabral e Adriana vai a leilão

Adriana Ancelmo em conversa com um advogado, questionada sobre os esquemas de corrupção em que se meteu com o marido, teria respondido ‘Estávamos em êxtase’.


Ela tem razão, realmente esse era o estado do casal de corruptos.

Diferentemente de inúmeros outros bandidos que se cercam de ‘laranjas’, Sérgio e Adriana, estúpidos e crentes na impunidade, colocaram uma infinidade de bens em seus nomes, sem nenhum lastro que pudesse comprovar a origem lícita.

Assim, além da angustiante situação no aspecto processual criminal, estão perdendo os bens adquiridos e o dinheiro vivo que tinham guardado.

A situação financeira atual do casal é de penúria. Ambos estão sem trabalhar, os bens indisponíveis, o dinheiro não pode ser mexido e a grana que certamente desviaram para paraísos fiscais está sem acesso, por razões óbvias.

A situação chegou a tal ponto, que a ex-governanta da família surrupiou joias de Adriana e tentou vender, vez que não recebeu salários e direitos trabalhistas, segundo ela em torno de R$ 14 mil.

Nesta segunda-feira (26), o juiz federal Marcelo Bretas autorizou o leilão antecipado de bens do ex-governador. A casa de veraneio em Mangaratiba, no litoral sul do Rio, está entre os itens que vão à venda.

Sérgio e Adriana, em êxtase, protagonizaram uma farra insana e irresponsável. Estão condenados para a eternidade.

Bom seria se todos os corruptos tivessem o mesmo castigo...

Amanda Acosta

amanda@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários

Mais em Tema Livre