Recuo de esposa é inócuo e ministro do TSE será denunciado

O ministro de Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga, conseguiu, sabe-se lá como, fazer com que sua esposa, a dona de casa Élida Souza Matos, retirasse a queixa apresentada junto à Polícia Civil de Brasília, acusando-o de agressão física.


Na sexta-feira (23), dona Élida compareceu a uma delegacia e registrou um Boletim de Ocorrência. A mulher fez também o exame de corpo de delito. Ela estava com um dos olhos totalmente roxo, em razão da violência dos golpes desferidos pelo esposo.

A retirada da queixa não vai adiantar em nada, pois o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, não aceitou e determinou que fosse dado continuidade ao processo, argumentando que ‘a tentativa de retratação não possui qualquer eficácia em relação ao noticiado delito de lesões corporais’.

Os autos já foram encaminhados para o Ministério Público Federal, que fatalmente oferecerá denúncia contra o magistrado da Justiça Eleitoral.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades