Nas mãos do algoz

Um inimigo declarado merece mais respeito do que um mal amigo.


O inimigo você normalmente está sempre preparado para enfrentar.

O mal amigo, quando você menos espera, te apunhala pelas costas.

É exatamente esta a relação entre Rodrigo Maia e Michel Temer.

Neste domingo (9), após deixar a reunião com Temer, Maia teria manifestado incômodo com a desconfiança do Palácio do Planalto, com relação as suas atitudes e movimentações políticas. 

Tudo não passa de mera encenação do ‘Botafogo’.

O presidente da Câmara está com o punhal na mão, pronto para utilizá-lo. E não irá hesitar. Só espera a oportunidade.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política