Caminho da propina utilizava pilotos Nelsinho Piquet e Hélio Castro Neves

As artimanhas para fazer a propina chegar ao seu destino, envolveram os pilotos de automobilismo Nelsinho Piquet e Hélio Castro Neves.


É esta uma das revelações do doleiro Adir Assad em suas tratativas para fechar um acordo de delação premiada.

Segundo Mônica Bergamo da Folha de S.Paulo, ‘as empresas assinavam contrato de patrocínio maior do que a quantia que realmente era destinada às equipes de corredores. A sobra era enviada para contas que elas indicavam fora do país’.

Os dois pilotos brasileiros são citados entre os que recebiam patrocínios com esta finalidade.

Existe a possibilidade que eles tenham sido usados sem que soubessem da prática ilícita.

Mais uma demonstração da criatividade da bandidagem para operar os malfeitos.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça