Ato do PT em São Paulo é um fiasco e militantes desistem de ‘vaquinha’ pró Lula

O ato realizado nesta quinta-feira (20) pelo Partido dos Trabalhadores foi um inusitado fiasco, pouca gente apareceu, mostrando o desestímulo que tomou conta da militância, notadamente após a revelação de que o ex-presidente Lula é um milionário e não tem como explicar de onde amealhou sua fortuna.


Lula, no entanto, esteve presente e discursou para a pequena plateia, que tomava o espaço correspondente a menos de um quarteirão.

‘Como não conseguem me derrotar na política, querem me derrotar com processo’, bradou o petista e pausou esperando palmas. A assistência fez um incômodo silêncio, como se esperasse alguma explicação de seu líder.

Lula prosseguiu e referindo-se aos integrantes da Lava Jato e ao juiz Sérgio Moro:

‘Nenhum deles é mais honesto do que eu neste país’.

E complementou o ex-presidente:

‘Se o Ministério Público e o juiz Moro tiverem um prova de que eu desviei cinco centavos, apresentem e me desmoralizem e me prendam’.

No ar ficou claramente a decepção e a sensação de que o encanto está desmoronando dentro da própria militância, haja vista o público presente, pelo menos cinco vezes menor do que em março, na greve geral, última vez que Lula havia participado de um ato político.

Por outro lado, a ‘vaquinha’ que pretendiam fazer para devolver os R$ 600 mil bloqueados nas contas correntes de Lula, foi tacitamente cancelada.


da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política