‘Democracia’ Venezuela promete prender quem ousar se manifestar

A pena é de cinco a dez anos de prisão para qualquer cidadão venezuelano que se atrever a fazer qualquer manifestação pública contra a Constituinte.


A alegação é de que poderiam atrapalhar a eleição programada para o próximo domingo.

A Constituinte convocada por Maduro, na realidade é um arremedo de eleição, o voto não será universal, mas efetuado por setores sociais e por comunidades, cabresteadas pelo governo.

A eleição é um processo totalmente fraudulento, que visa tão somente a perpetuação no poder do atual presidente.

Desde abril, quando começou a última onda de protestos da oposição, 108 pessoas morreram em manifestações e confrontos com forças comandadas pelo tirano Nicolás Maduro.

da Redação

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Internacional