Depois de apanhar da mulher, desembargador recebe promessa de ‘surra’ de advogado (veja o vídeo)

Quando uma relação conjugal termina com as partes se digladiando, um falando mal do outro, é um péssimo presságio com relação ao caráter dos envolvidos.


Quando termina em pancadaria, pior ainda.

Assim aconteceu com o desembargador catarinense Eduardo Gallo, que em março deste ano teve um vídeo que viralizou na Web, quando ele próprio aparece mostrando vários machucados pelo corpo, que seriam produto de agressões físicas desferidas pela ex-mulher, Liliane Mello.


Nesta quinta-feira (3) novamente o magistrado voltou a ser atração nas redes sociais, ao ser acusado por um advogado de ‘propineiro’, isto em plena audiência no Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Felisberto Odilon Córdova, mesmo já idoso, além de ter acusado o desembargador de lhe pedir propina de R$ 700 mil, em troca do voto favorável em um processo, prometeu surrá-lo, caso fosse preso, como queria Eduardo Gallo.

Abaixo, veja o vídeo do momento da sessão em que o advogado faz a seríssima denúncia.

A cena é mais uma demonstração de que o Poder Judiciário brasileiro está realmente em frangalhos.

Um verdadeiro horror!

Vanessa Mallmann

vanessa@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça