O médium João de Deus, o único elo entre Lula e Moro

O médium João Teixeira Farias, o João de Deus, ganhou fama internacional por realizar cirurgias espirituais sem cortes e também com cortes, sem uso de qualquer anestésico, onde não ocorre nenhum tipo de sangramento, sem nunca ter havido qualquer problema no pós-operatório.

Outro fato marcante na trajetória desse médium brasileiro é sua extraordinária dedicação à filantropia.

Na Casa de Dom Inácio de Loyola, fundada há mais de 40 anos por João de Deus, são atendidas em torno de 1000 pessoas por dia.

Nenhum centavo é cobrado. Apenas o medicamento ‘passiflora’ é vendido a preço simbólico para aqueles que têm condições de pagar. A Casa de Dom Inácio de Loyola também distribui sopa gratuitamente aos que esperam atendimento e doa o ‘passiflora’ aos que são orientados a fazer o seu uso, mas não podem pagar.

Na cidade de Abadiânia (GO), João de Deus possui também duas outras instituições de caridade: a ‘Casa da Sopa’, onde são servidas refeições gratuitas a pessoas carentes, e a ‘Casa do Banho’, onde estas pessoas podem tomar banho e têm as suas roupas lavadas.

Dentre as pessoas famosas atendidas pelo médium está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que buscou ajuda quando foi acometido pelo câncer e conseguiu a sua cura.

Lula deve ser grato a João de Deus e deveria respeitá-lo, pois o médium, uma pessoa realmente iluminada, é o elo entre Lula e Moro.

João de Deus é um admirador incondicional do magistrado da ‘República de Curitiba’, a quem qualifica da seguinte forma:

‘Ele traz esperança, faz o que é necessário e não teme perseguições', diz o médium.

Ainda sobre o juiz da Operação Lava Jato, o médium afirma com emoção:

‘Moro é orientado por Deus’.

Comentários