Na calada da noite, Gilmar libera mais 3

Na noite desta terça-feira (22) o ministro Gilmar Mendes liberou mais três envolvidos em esquemas de corrupção que haviam sido presos por determinação do juiz Marcelo Bretas, na Operação Ponto Final


Foram soltos desta feita: Rogério Onofre, ex-presidente do Departamento de Transportes do Rio (Detro), Dayse Deborah, mulher de Rogério, e David Augusto da Câmara.

Rogério Onofre é acusado de receber R$ 44 milhões em propina durante os sete anos que geriu o departamento. Ex-prefeito de Paraíba do Sul – com dois mandatos – chegou ao Detro por indicação do então governador Sérgio Cabral.

Dayse Deborah, a esposa de Rogério, suspeita de lavagem e evasão de divisas. Ela tentou movimentar U$ 1,8 milhão de um fundo no exterior, dois dias depois da prisão do marido.

David Augusto, o terceiro agraciado com a benevolência do ministro, um policial civil aposentado, acusado de atuar no recolhimento de propina.

Gilmar precisa ser freado. É uma questão de segurança nacional.

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Otto Dantas

Comentários

Notícias relacionadas