A PF e o insuportável flagrante de corrupção em servidora pública federal (veja o vídeo)

A ação da Polícia Federal demonstra o quanto a corrupção está generalizada e a crença que ainda persiste na impunidade.


Na terça-feira (22), duas funcionárias do Incra foram presas  no momento em que recebiam um envelope com R$ 12 mil reais em propina.

A PF além de cumprir o mandado de prisão preventiva contra a servidora identificada como Ruth prendeu outra funcionária do Instituto em flagrante.

As servidoras operavam na criminalidade em conluio com um líder do MST em Brasília.

A propina era cobrada com o objetivo de viabilizar a regularização de assentamentos rurais.

A ação criminosa vinha sendo investigada desde 2015.

Arrancavam o dinheiro de pessoas pobres, em parceria malévola com quem deveria representar os interesses dos assentados.

Um crime que certamente perdurou por muitos e muitos anos.

O vídeo demonstrando a desfaçatez da servidora é repugnante.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça