A um passo do juiz Sérgio Moro

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ofereceu denúncia nesta sexta-feira (25) contra quatro senadores – Renan, Jucá, Garibaldi Alves e Valdir Raupp –  e dois ex-senadores – José Sarney e Sérgio Machado.


As denúncias contra os quatro senadores irão para o Supremo Tribunal Federal (STF), em razão do foro privilegiado. O impasse está no caso do ex-senador e ex-presidente da República José Sarney.

Rodrigo Janot requereu que a parte relativa a Sarney seja encaminhada para o juiz Sérgio Moro. 

Vamos aguardar a decisão, mas o fato é que Sarney, não obstante os cargos ocupados, atualmente não é detentor de foro especial.

Kakay, o advogado que tem intrínsecas ligações com o PT, e que defende Sarney, tem verdadeiros calafrios quando ouve o nome de Moro. Foge do juiz e, na defesa do ex-presidente, argumenta que ‘a denúncia está baseada numa delação desmoralizada’.

Parece que quem caminha para a desmoralização plena é o próprio advogado, defensor intransigente de causas impopulares e crítico mordaz da maior operação contra a corrupção da história da humanidade. 

Sem dúvida, um advogado que tem tudo a ver com o cliente maranhense.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça