Vida de político (capítulo 1)

O POLÍTICO NO CAIXA DO SUPERMERCADO...

- Deu R$ 550,00 senhor. Dinheiro ou cartão?

- Já está com os 10%?

- Que dez por cento, senhor?

- Minha comissão, quer dizer, do partido.

- Não trabalhamos com comissão, senhor, só com dinheiro e cartão.

- Faça uma nota de R$ 605,00 e me devolva R$ 55,00 em espécie, notas de R$ 5,00, não sequenciais.

- Não posso fazer isso, senhor. Sua compra foi de...

- Ok, entendi. Faça uma nota de R$ 630,00, R$ 70,00 são meus e pode ficar com R$ 10,00 pra você.

- Senhor, não estou entendendo. Deixa eu chamar a supervisora...

- Tudo bem, tudo bem, faça a nota de R$ 700,00, me dê minha parte de R$ 120,00, fique com R$ 30,00 para você dividir com a supervisora.

- O senhor está me assustando. Vou chamar o segurança... Valdisnei!!

- Só o que faltava, tem que ter algum até pro segurança. É por isso que este país não sai deste atraso. Todo mundo querendo levar vantagem!

Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

Comentários