De Bucareste, mulher sai em defesa desesperada do marido

A esposa do ministro Gilmar Mendes, dona Guiomar, provavelmente passeando em Bucareste, na Romênia, saiu em socorro do marido, que por suas atitudes, tem apanhado muito ultimamente.


Em nota, a advogada sustenta que ela e o esposo não tem qualquer proximidade com o empresário Jacob Barata.

Abaixo, a nota:

“Estou em Bucareste e em razão do fuso e da dificuldade de acessar a internet soube com atraso que os procuradores do Rio vão reforçar o pedido de suspeição de Gilmar Mendes em razão de umas flores supostamente enviadas por Jacob Barata à minha casa em 2015.

Num primeiro momento, o MP turbina o fato de que meu nome consta em agenda de Jacob Barata. Agora anuncia o “escândalo” das flores! É uma grande associação de fatos ridículos e que não provam nada. São esses os fortes fundamentos para a arguição de suspeição do Gilmar Mendes? Não lembro de ter recebido as flores como também é impossível recordar quantas flores já nos foram enviadas com objetivo de nos cumprimentar e, principalmente, o Gilmar, em razão de uma posse, de um evento, ou de homenagem, ou de uma palestra ou entrevista. E desde quando flores enviadas em 2015 se prestam a reforçar um pedido de suspeição?

Disse e repito: não temos e nunca tivemos proximidade com Jacob Barata.”


Dona Guiomar só esqueceu de dizer que advoga para Jacob. O seu irmão é sócio de Jacob. O seu sobrinho é genro de Jacob. E ela, de vez em quando, recebe flores de Jacob e de outros clientes.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça