20 Anos sem a 'Princesa do Povo': Lady Di


Exatamente há 20 anos atrás no dia 31/08 de 1997 perdemos  a "Princesa do Povo" como era conhecida e carinhosamente chamada,a linda e carismática Lady Diana tão idolatrada pelos ingleses. Sua morte súbita e trágica privou o mundo, que a admirava, da sua figura dócil, meiga, forte e benemérita, tão envolvida em obras sociais e assistenciais.

Esposa do príncipe Charles da Inglaterra e mãe de William e Harry, Lady Diana foi um mulher intensa: apaixonadíssima pelos filhos estando sempre presente ao lado deles, zelando pela sua educação. Ela foi muito leal ao seu consorte, mesmo tendo uma vida incompleta ao seu lado, uma vez que não era amada por ele como gostaria, motivo que acabou provocando o seu divórcio.      


https://www.facebook.com/MarieClaireBrasil/videos/10155672692804269/  




Michael e Diana foram muito amigos e dividiam o mesmo sonho e o mesmo trabalho humanitário. Ambos ao morrerem prematuramente, deixaram as suas histórias para serem escritas por seus herdeiros, deixaram seu legado de amor para ser perpetuado por seu fãs e devotos. Diana como a 'Princesa do Povo', e Michael como o 'Rei do POP', ambos mudaram o cenário do tempo em que viveram, ambos foram esmagados pela mídia e ambos,mais do que fama e dinheiro, conquistaram o amor e a admiração das pessoas.

Vinte anos atrás, em 31 de agosto de 1997, o mundo chorou a morte da Princesa Diana, uma das figuras mais emblemáticas da realeza britânica. As homenagens foram inúmeras e esse momento fez com que Elton John lançasse uma nova versão da música “Candle In The Wind”  que em português significa “Vela ao Vento”.

A canção foi originalmente composta em 1973, por Elton John e Bernie Taupin, como homenagem a Marilyn Monroe. Nessa versão, o início da música diz “Adeus, Norma Jean / Por mais que eu nunca tenha conhecido você de fato” – Norma Jean era o nome de batismo da atriz. No remake de 1997, o primeiro verso é “Adeus, rosa da Inglaterra / Que você possa sempre crescer em nossos corações”.

"Me parece que você viveu sua vida

Como uma vela ao vento

Sem nunca perder força ao pôr-do-sol

Quando a chuva começou a cair

E os seus passos sempre estarão aqui

Pelas colinas mais verdes da Inglaterra

Suas velas queimaram muito antes

Sua lenda ficará para sempre"




“Candle In The Wind” (1997), de Elton John e Bernie Taupin

Nos anos 1970, “Candle in The Wind” já havia feito um sucesso considerável, mas a versão dedicada a Diana foi um estouro em 1997 e chegou ao topo das paradas ao redor do mundo. Lançada em CD, tornou-se um dos singles mais vendidos da história.

Elton John nunca chegou a tocar o remake em seus shows, mas essa música será sempre lembrada como símbolo de um dos maiores momentos de luto do século 20. Veja a emocionante apresentação que o cantor fez durante o funeral da princesa, no dia 6 de setembro de 2017 :

>https://www.youtube.com/watch?v=1o9rLDCfO6o&feature=youtu.be


                   

No dia em que se completam 20 anos da morte da Princesa Diana, vítima de um trágico acidente de carro em Paris, outro nome é menos lembrado: Dodi Al-Fayed, então namorado de Diana, que estava junto com ela no carro e também perdeu a vida no acidente. Ele tinha apenas 42 anos. 


O pai de Dodi construiu um memorial em homenagem ao filho e à Princesa Diana dentro da loja Harrods, em Londres.



REAÇÃO DA FAMÍLIA REAL


A rainha Elizabeth foi muito criticada por seu comportamento depois que a notícia da morte de Diana foi confirmada. Ela foi acusada de se agir “muito formalmente” e condenada por levar Harry e William (com 12 e 15 anos na época) a igreja horas depois deles ouvirem a notícia de seu pai, Charlie. Apenas cinco dias depois ela fez um discurso oficial falando sobre a tragédia.

Assista: 

https://youtu.be/heLTBaLGNQs



Para lembrar os 20 anos da morte da princesa Diana, Ana Maria Braga colocou o doce preferido de Lady Di no seu programa Mais Você. você sabia que o doce preferido da princesa era tão simples?


Confira a receita:

Resultado de imagem para PUDIM DE PO

PUDIM DE PÃO DA LADY DI

45 g de uvas passas (1/3 xícara de chá)
2 colheres (sopa) de licor de amêndoas
manteiga sem sal amolecida
100 ml de leite (1/2 xícara de chá)
sementes de ½ vagem de baunilha (ou essência de baunilha)
manteiga para untar
2 fatias de pão de forma sem casca cortadas em cubos pequenos
15 g de açúcar
30 g de amêndoas laminadas torradas
açúcar de confeiteiro

MODO DE PREPARO

Hidrate numa tigela 45 g de uvas passas com 2 colheres (sopa) de licor de amêndoas, cubra com filme plástico e deixe de molho de um dia para o outro em temperatura ambiente.
Passe manteiga sem sal amolecida em 4 fatias de pão de forma sem casca e depois corte cada fatia ao meio, em diagonal, formando 4 triângulos. Reserve.
Numa tigela, bata 5 gemas com 75 g de açúcar e reserve.
Numa panela, coloque 225 ml de creme de leite fresco, 100 ml de leite, sementes de ½ vagem de baunilha e leve ao fogo até ferver. Apague o fogo e despeje o líquido sobre as gemas batidas com açúcar, mexendo sempre.
Unte um refratário com manteiga sem sal e coloque 2 fatias de pão de forma sem casca cortadas em cubos pequenos. Salpique as uvas passas hidratadas, forre com os triângulos de pão untados e despeje a mistura de ovos quente. Deixe repousando por 20 minutos.
Leve para assar em forno médio pré-aquecido a 160°C em banho-maria por 25 minutos. Retire do forno, polvilhe 15 g de açúcar e volte ao forno perto do dourador e deixe até o açúcar caramelizar (+/- 2 minutos).
Retire do forno, distribua 30 g de amêndoas laminadas torradas, polvilhe açúcar de confeiteiro e sirva em seguida.

*Receita originalmente publicada no GSHOW.


A Princesa foi enterrada em uma pequena ilha em Althorp Park, a propriedade de sua família em em Northamptonshire, na Inglaterra.
>>

(Sion Touhig/Getty Images

Entre os dias 22 e 27 de abril de 1991, a Princesa Diana veio ao Brasil e visitou São Paulo e Rio de Janeiro. Ao lado do Príncipe Charles, Diana cumpriu a agenda real e, como de costume, quebrou vários protocolos ao humanizar o contato com as pessoas.  Um dos pontos altos da visita ao país, foi a ida ao Cristo Redentor no Rio de Janeiro. 


Cartão-postal. Lady Di posa no Cristo Redentor, durante sua visita ao Rio, em 1991

Carto-postal Lady Di posa no Cristo Redentor durante sua visita ao Rio em 1991


Um de seus truques de estilo é, também, uma lição de como evitar manchetes indesejadas: ela raramente era vista sem uma clutch, que carregava próxima ao colo.


PONTO DE VISTA:

Esta estrela ofuscante de tanta luz própria, chamada Lady Diana, com certeza brilha em outros páramos de luz e a todos nós conduz, com o melhor do seu interior, que continua a reluzir radiante, como o seu sorriso puro e escaldante, a nos iluminar.Brilha Lady Di porque os que fazem o bem e deixam a sua marca  imortal, pelo seu exemplo vivo, jamais passarão desapercebidos, transcendendo o tempo este desconhecido amigo.


Por hoje é só. Até o nosso próximo encontro falando de outro tema importante da moda. Espero vocês. Até lá. Para mais informações www.anjinhadamoda.com.br  

Noeli de Carvalho e Silva

Editora - Jornalista e Produtora de Moda - Poetisa - Escritora de Fábulas, Contos, Estórias e Poemas Infantis.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Noeli de Carvalho e Silva

Comentários