Entre Joesley e Dilma não existia propina, era ‘ajuda’, revela o empresário

Corruptos não merecem respeito. Seja de direita ou de esquerda, todos devem ser punidos.

Sem a presença de procuradores do MPF, delegados ou agentes da PF, a entrevista de Joesley Batista para a revista Veja desnuda a classe política brasileira.

Sobre Dilma, a mulher honrada ele diz textualmente:

‘A Dilma, pô! Falei de propina com a presidente na sala da presidente da República!’

A repórter pergunta: “O senhor falava ‘propina’?”

“Não, essa palavra aprendi agora, no Ministério Público. Eu falava ‘ajuda’. ‘Vou dar uma ajuda, um apoio e tal'”.

E ajudou muito, Lula, Dilma, PT, PMDB, Temer, Aécio...

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Leia mais...

Mais em Política