Todo dinheiro que ganhei é fruto de uma vida de trabalho, diz Geddel

Em meio a um turbilhão de lamentações, o ex-ministro Geddel Vieira Lima tem dito para as pessoas mais próximas que nunca recebeu dinheiro ilícito.

O político baiano continua a sustentar esta falácia, mesmo após a Polícia Federal ter encontrado um ‘bunker’ que lhe é atribuído a propriedade de cerca de 51 milhões de reais, em dinheiro vivo, encontrados no local.

O imóvel foi cedido a Geddel por um amigo supostamente para armazenar documentos herdados do seu pai, falecido em 2016.

Trata-se da maior apreensão de dinheiro vivo da história do país.

Segundo pessoas ligadas ao ex-ministro de Lula e de Michel Temer, Geddel Vieira Lima está muito abatido e seu maior temor é ser novamente preso.

Ele foi preso pela primeira vez no dia 03 de julho, por decisão do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília. 

No dia 06 de julho, na audiência perante o magistrado, ao tomar conhecimento de que continuaria preso, o pilantra chorou copiosamente.

Depois, conseguiu o benefício da prisão domiciliar..

da Redação

Comentários