Acabou a farra do caipira

A Polícia Federal cumpre na manhã desta segunda-feira (11) mandado de busca e apreensão na mansão do empresário Joesley Batista, localizada no Jardim Europa, em São Paulo.


Ele foi preso durante o final de semana, após ter sua prisão temporária decretada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

Outros quatro mandados de busca e apreensão também estão sendo cumpridos na capital paulista.

O apartamento do ex-procurador da República Marcelo Miller também foi objeto de mandado de busca e apreensão, na Lagoa, no Rio de Janeiro.


Nesse sentido é incompreensível porque o ex-procurador não teve também sua prisão temporária decretada.

Fica a aparência de que lhe foi dado o final de semana para se preparar para a inevitável busca.

De qualquer forma, tudo indica que tão logo termine o prazo das prisões temporárias de Joesley e do executivo Ricardo Saud, estas deverão ser transformadas em preventiva.

Quanto ao procurador, tudo depende do material colhido em seu apartamento.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça