Juiz de Brasília acata nova denúncia contra Lula e diz que crimes estão descritos de modo ‘claro e objetivo’ (veja a decisão)

Nesta terça-feira (19) mais uma denúncia criminal foi recebida pelo Poder Judiciário contra o meliante Luiz Inácio Lula da Silva.

Os crimes praticados, de acordo com o juiz federal de Brasília (DF) Vallisney de Oliveira, estão descritos de modo ‘claro e objetivo’ pelo Ministério Público Federal, dando conta que Lula e Gilberto de Carvalho “aceitaram promessa de vantagem indevida feita por Mauro Marcondes (empresa M&M), José Ricardo da Silva (SGR), Alexandre Paes dos Santos (SGR), Paulo Arantes Ferraz (MMC) e Carlos Alberto de Oliveira Andrade (Caoa)”.

Em contrapartida, os dois acusados “infringindo dever funcional, favoreceram as montadoras ao editarem, em celeridade e procedimento atípicos, a Medida Provisória 471, franqueando aos corruptores, inclusive, conhecimento do texto da norma antes de ser publicada e numerada, depois de realizados os ajustes recomendados”.

Abaixo, o leitor pode ler a decisão do magistrado na íntegra.

Segue o enterro...


da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...