Na faculdade, Zanin era tido como ‘engomadinho de direita’

Nascido em Piracicaba (SP), o advogado Cristiano Zanin aportou na Paulicéia aos 18 anos de idade para estudar direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP).

O rapaz era verdadeiramente detestado pelos colegas.

“Rato de biblioteca”, “certinho”, “careta” e “de direita” eram adjetivos normalmente associados ao jovem ‘engomadinho’.

O casamento com a filha de Roberto Teixeira, advogado, compadre e ‘laranja’ de Lula deu a Zanin um rumo jamais imaginado para a sua vida.

Aos poucos, Teixeira foi fazendo a aproximação do genro com Lula e o PT. Foi uma tarefa árdua. Ninguém suportava o ‘jeitão’ de Zanin, nem mesmo Lula.

Com o tempo, por forças das circunstâncias, Zanin e Lula foram ganhando extrema aproximação. Hoje são praticamente inseparáveis.

As duas figuras estão abraçadas no infortúnio do ex-presidente e Zanin tornou-se um apaixonado pelas causas de seu mais famoso cliente, defendendo-o com valentia e ardor, porém sem técnica e nenhuma ética.

da Redação

Comentários

Mais em Política