Valor gasto com auxílio-moradia de políticos e funcionários públicos pagaria aluguel de 238,5 mil famílias de baixa renda

Os extras recebidos por políticos e funcionários públicos de alto escalão, apesar dos elevados salários, são uma das mais imorais afrontas ao cidadão brasileiro pagador de impostos. Mas a dimensão do custo de oportunidade desses gastos é de difícil compreensão.

Para se ter uma ideia, o site Contas Abertas revelou que em 2016, o Três Poderes gastaram, apenas com o auxílio-moradia, R$ 1,145 bilhão. Esse valor seria suficiente para pagar o aluguel de 238,5 mil famílias de baixa renda durante um ano, em São Paulo. Em 2017, de janeiro a agosto, a conta já atingiu os R$ 744 milhões.

Além dos valores astronômicos, não se estão considerando os imóveis funcionais administrados pelo governo. Segundo o site, esses valores são difíceis de contabilizar pois não são enquadrados no orçamento do governo. Mas sabe-se que, por exemplo, em junho, a Câmara separou R$ 2,5 milhões para gastos com limpeza e portaria de seus apartamentos funcionais.

Não bastasse a dinheirama toda, em março, o site Congresso em Foco informou que atrasos nas reformas dos apartamentos funcionais da Câmara geraram um prejuízo de R$ 180 milhões. A pergunta que fica é: seus impostos estão em dia, mas quando foi a última vez que você fez alguma melhoria na sua própria casa?

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política