Estadão e Folha, unidos por Aécio

Estadão e Folha de S.Paulo deflagraram forte campanha em favor do senador Aécio Neves. Colunistas de peso e editoriais virulentos estão a serviço do líder tucano de Minas Gerais. Ambos os veículos responsabilizam (com expressões duríssimas) ministros do Supremo Tribunal Federal pelo caos político e institucional do país.

Difícil acreditar que colunistas experientes e editorialistas consagrados tenham crença verdadeira nos postes que mijam em cachorros. É uma fé estranha, psicodélica. Até porque, por piores que possam ser, não são os ministros do STF quem aparecem nas imagens correndo com malas de dinheiro roubado, inventando novos dias no calendário ou armazenando na casa dos outros R$ 51 milhões em espécie desviados dos cofres públicos.

"Promotores do caos"? Arautos da "ruptura"?

Outro detalhe interessante é notar a parcialidade adotada pelos jornalistas em tela, fingindo defesa à Constituição da República Federativa do Brasil e o desconhecimento dos ditames previstos ao Art. 319, incisos V e VI, do Código de Processo Penal. Aliás, legislação alterada pelo próprio Congresso Nacional em 2011 para alcançar figuras como Aécio, Delcídio, Renan Calheiros e Eduardo Cunha.

A propósito, cumpre destacar que não houve tal vigor crítico dos supramencionados jornais quando ministros do STF afastaram Cunha e Renan de seus mandatos e poderes. Ao contrário, #Estadão e #Folha louvaram tais decisões. Agora, quando o alvo é Aécio, a leitura dos fatos é outra...

Bandido bom é o bandido nosso. É isso mesmo, produção?! Republiqueta de mequetrefes onde jornalistas defendem o colarinho-branco.

E os postes continuarão a mijar nos cachorros...

#ÉaLama

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Helder Caldeira

Comentários

Notícias relacionadas