PSDB não oferecerá reciprocidade quando for a vez de Gleisi

O Senado Federal realiza nesta terça-feira (3) a votação que visa derrubar o afastamento do mandato e o recolhimento noturno impostos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ao senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Até a bancada do PT está solidária ao tucano. A atitude, a princípio surpreendente, tem um objetivo, obter a reciprocidade quando for a vez da senadora Gleisi Hoffmann, que deve ser julgada no início do próximo ano.

Pura ilusão petista.

Uma vez Aécio salvo, os tucanos não moverão um dedo, ou não darão um voto, para salvar a presidente petista, caso seja o caso.

Mandarão, sem dó, para o xilindró.

da Redação

Comentários

Mais em Política