Mãe que mandou matar filho por ser gay, irá a júri popular (veja o vídeo)

Tatiana Lozano, mãe de Itaberlly Lozano, será julgada pelo Tribunal do Juri, como mandante do assassinato do rapaz.

Também serão levados a julgamento Victor Roberto da Silva, de 19, e Miller da Silva Barissa, de 18, ambos como executores do assassinato de Itaberli Lozano.

Os dois rapazes  e uma adolescente teriam sido contratados pela mãe para dar um ‘corretivo’ em Itaberlly.

Durante o tal ‘corretivo’, dentro do quarto da vítima, ela teria ouvido o pedido de ajuda do filho: ‘mãe, vou morrer’.

Neste momento ela saiu do imóvel e só voltou 20 minutos depois, quando encontrou o filho morto.

Foi então que teve a ‘ideia’ de ocultar o corpo. Acordou o marido, padrasto do garoto, e juntos enrolaram o cadáver num edredom, levaram até um canavial e atearam fogo.

Gay assumido, Itaberlly era um sucesso com sua dança, seu talento, seus requebrados e sua alegria. Isso incomodava a mãe.

Veja abaixo um vídeo de Itaberlly.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Policia