Foi Bumlai quem colocou o primo quebrado no negócio, para ajudá-lo

Glaucos CostaMarques, corumbaense, família rica e tradicional, sempre foi um homem muito bem de vida.

Primo do empresário José Carlos Bumlai, Glaucos, em seus áureos tempos, chegou a emprestar vultuosas ajudas financeiras para os grandes negócios e negociatas deste que se tornou o conselheiro financeiro de Lula e de seus filhos.

O tempo passou e Glaucos acabou se tornando um homem que, apesar do vasto patrimônio, não tinha mais liquidez, estava sem dinheiro, em dificuldades financeiras.

Ou seja, ideal para ser ‘laranja’ do presidente da República, pensou Bumlai.

Assim, não foi por acaso que o cidadão Glaucos CostaMarques entrou na vida de dona Marisa e de Lula. Tudo muito bem engendrado por Bumlai.

Um negócio bom para os dois lados. Bom para dona Marisa e Lula, que teriam um ‘laranja’ perfeito, com patrimônio e extremamente confiável, e bom para Glaucos, que em dificuldades financeiras iria faturar uma boa comissão como ‘laranja’.

Como não existe crime perfeito, tudo está sendo desvendado.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política