Nuzman “esqueceu” barras de ouro em banco suíço

No cumprimento da ação de busca e apreensão realizada na residência de Carlos Heitor Nuzman, a Polícia Federal encontrou a chave de um cofre de um banco suíço. Encontrou também R$ 480 mil em dinheiro vivo, em cinco moedas diferentes: Real (102.950), Dólar (35.472), Euro (67.720), Libra (1.315) e Francos Suíços (8.260). A grana foi toda apreendida.

O espertalhão rapidamente retificou sua declaração de rendas junto à Receita Federal para incluir as 16 barras de ouro depositadas em um cofre no banco suíço.

Teoricamente, resolveu o seu problema tributário com relação a esta questão, mas não explicou a origem do patrimônio.

Aliás, o patrimônio declarado de Nuzman obteve um crescimento de mais de 500 por cento nos últimos anos. Entretanto, é certo que, assim como as tais barras de ouro, ele tem muito mais coisa ocultada no exterior.

Por essas e outras foi preso nesta quinta-feira (5) pela Polícia Federal.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça