Preso, desmascarado e desmoralizado, mas vestindo um impecável terno italiano

Uma cena pitoresca...

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Heitor Nuzman, chegando ao presídio José Frederico Marques, em Benfica, no Rio de Janeiro, num requintado terno italiano.

O sujeito perde a moral, mas não perde a pose.

Sempre acreditou na impunidade, mas finalmente está desmascarado.

A Operação Lava Jato chegou ao ouro de Nuzman.

Logo, ele perde também a pose.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça