Confecção de recibos de aluguel já é tratada como ‘crime’ (veja o documento)

Advogados que exercitam o seu trabalho à margem da lei, em desrespeito aos princípios básicos de ética e decência, acabam por trazer prejuízos incomensuráveis aos seus clientes.

Nesse caso, esses pseudo profissionais do direito, que trabalham no caminho inverso da Justiça, deveriam também sofrer os rigores da lei, tanto na esfera administrativa, quanto na questão penal.

No caso dos esdrúxulos recibos de aluguel de dona Marisa Letícia, o Ministério Público Federal (MPF) resolveu ir ao ataque.

Já está aberta uma investigação sobre os tais recibos entregues pela defesa de Lula.

É o que no direito se chama de ‘incidente de falsidade’, com o objetivo de apurar a fundada suspeita de falsidade ideológica, quando o conteúdo é falso. Veja:



Todos os recibos serão periciados pela Polícia Federal.

O caso fatalmente vai redundar em Lula como réu em mais um processo, desta feita na companhia de seus patéticos advogados, Cristiano Zanin e Roberto Teixeira.



Resta saber quem será o advogado dos três nesse novo processo.

Dizem que o tal do Kakay será acionado.
da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...