Evidências de que Nuzman foi acobertado pelo governo petista em sua trajetória criminosa

Parece óbvio que toda a roubalheira imprimida por Carlos Heitor Nuzman nas Olimpíadas Rio 2016 teve cobertura oficial. Afinal, tudo foi muito escandaloso e absurdo.

Eis que surge a revelação do delator Eric Malesom, dando conta de que tudo foi acobertado pelo governo da presidente Dilma Rousseff.

Óbvio que Dilma, mais uma vez, vai dizer que é mentira e que ela é uma mulher honesta e honrada.

De qualquer forma, eis as declarações do delator em entrevista a ESPN

“Tudo começou anos atrás em 2013 quando eu me dirigi voluntariamente às autoridade da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Com isso foi iniciada a ‘Operação Cabo de Guerra’. Só que, naquela época, a Dilma Rousseff era presidente e o governador era o Sérgio Cabral. Então, apesar de a Polícia Federal ter feito o trabalho dela e muito bem feito, essa operação foi terminada (…).
A única coisa que posso falar, que eu sei, é que a ordem veio lá de Brasília para não continuar as investigações. Quero deixar aqui bem claro que fui muito bem recebido pela Polícia Federal. Ela fez o trabalho dela iniciando a operação, mas não conseguiu seguir. Os detalhes eu não sei, mas soube que houve pressão de Brasília para não continuar.”
O PT sempre buscou pressionar instituições para levar a frente suas práticas criminosas de corrupção. Em alguns casos não obteve sucesso, mas é claro que em centenas de outros casos, conseguiu êxito.

Está ai um exemplo.


da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...