As Jornalistas nas lentes da moda

Depois de ter sido alvo, nas redes sociais, de absurdos e comentários descabidos, que não poderiam ser mais maldosos, infelizes, invejosos, discriminatórios e completamente despropositais, nos sentimos atingidos e  sensibilizados com a nossa colega Maria Julia Coutinho. Iniciaremos o nosso tema: Jornalistas nas lentes da moda, justamente com ela. Maju, como é mais conhecida, é uma Jornalista da mais alta competência, que estando à frente do Jornal Nacional, para comentar a Previsão do Tempo, foi brutalmente atingida por ataques racistas, completamente intempestivos e inesperados Antes de continuarmos este artigo, gostaríamos de ressaltar, que repudiamos tais atitudes, fora de propósito, em pleno século 21.

Dona de uma personalidade marcante, simpática, inteligente, bonita, competente e carismática, a Jornalista Maria Julia Coutinho, vem provocando verdadeiro frisson, em cada nova aparição sua, usando lindos vestidos, tailleurs e produção esmerada, que tem tudo a ver, com o seu belo perfil.

Maju Coutinho:

Maria Júlia Coutinho, ou simplesmente Maju Coutinho, é uma jornalista e apresentadora brasileira. Tem 37 anos (16 de Fevereiro de 1978) e é paulista.

Maju adora usar cores vibrantes que ressaltam a cor da sua pele. Ela aposte e investe em vestidos minimalistas, porém femininos, delicados, fashions e super charmosos.

Looks cleans e sofisticados tem tudo a ver com a Maju.

Vestidos minimalistas em azul Royal, vermelho, amarelo mostarda e branco.

Vestidos delicados e femininos em amarelo, vermelho e verde bandeira.

Vestido floral em azul marinho, preto e sapato verde com azul.

Blusa amarela minimalista com saia preta.

Glória Maria

Glória Maria Matta da Silva é uma jornalista, repórter e apresentadora. Nasceu em 15 de agosto de 1949 em Vila Isabel, no Rio de Janeiro.

Na década de 1960, foi princesa do bloco carnavalesco Cacique de Ramos. Segundo Bira Presidente, ela conseguiu seu primeiro emprego ao ir, com o bloco, ao programa do Chacrinha, na TV Globo. Glória já havia terminado a faculdade de Jornalismo e, após o programa, conseguiu um estágio na emissora. "O Chacrinha pedia sempre para eu levar a rainha e a princesa do bloco no programa. Lá, a Glória comentou que precisava fazer um estágio e ele gostou dela", recorda Bira.

Graduada em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), começou a trabalhar na área nos anos 70, durante o Governo Médici. Glória já apresentou vários programas jornalísticos da Globo como RJTV, Jornal Hoje, Jornal Nacional e Fantástico – que apresentou de 1998 a 2007, quando pediu uma licença de dois anos.

Sua primeira reportagem para a Rede Globo foi a queda do Elevado Paulo de Frontin, em 20 de novembro de 1971.

Tornou-se conhecida pelas reportagens especiais e viagens a lugares exóticos que fez – como uma viagem pelo deserto do Saaraou ao percorrer o caminho de Cristo na Palestina, dentre outras. Glória cobriu também a Guerra das Malvinas, em 1982. Por ter viajado para mais de cento e vinte países ao longo da carreira, Glória possui já mais de dez passaportes preenchidos. Glória também já entrevistou várias pessoas famosas, entre as quais Freddie Mercury,Michael Jackson e Madonna.

Em janeiro de 2010, Glória se reuniu com os diretores de jornalismo da Globo e foi decidido então que Glória seria repórter especial do programa Globo Repórter, que integra até hoje, algumas vezes co-apresentando ao lado de Sérgio Chapelin.

Vestido dourado de strass e sandália dourada.

Vestido vermelho longo brilhante.

Vestido de renda azul e bolsa verde.

Camisa rosa claro e calça jeans azul marinho.

Vestido floral em roxo e rosa.

Patrícia Poeta

Patrícia Poeta Pfingstag Soares, mais conhecida como Patrícia Poeta é uma jornalista e apresentadora brasileira da Rede Globo. 19 de outubro de 1976 (38 anos), São Jerônimo, Curitiba.  Começou como Garota do Tempo. Participou do Fantástico Trabalhou ao lado do Editor Chefe do Jornal Nacional William Bonner apresentado este jornal ao seu lado Muito criativa e ambiciosa, no bom sentido, alçou outro vôo em direção ao novo programa de variedades que estreará em Agosto, na Rede Globo de TV de nome É De Casa.

Saia preta minimalista, camisa branca, casaco rosa xadrez e sapato marrom.

Look dourado brilhante e sandália dourada.

Vestido verde minimalista com sapato nude.

Vestido rosa Pink com dourado e acessórios dourados.

Vestidos de festa em vermelho, prata, azul Royal e verde.

Ana Maria Braga

Ana Maria Braga Maffeis (São Joaquim da Barra, 1º de abril de 1949) é uma apresentadora de televisão e jornalista brasileira.

Filha do italiano Natale Giuseppe Maffeis, nascido em Albano Sant'Alessandro (Bérgamo) e Lourdes Braga , começou sua carreira de jornalista na imprensa escrita, colaborando em revistas de moda. Os primeiros trabalhos foram na revista Cláudia e apresentando o Rede Tupi de Notícias na extinta Rede Tupi. Alcançou a fama durante o período em que trabalhou na Rede Record, onde apresentava o programa Note e Anote e o talk-show Programa Ana Maria Braga (nos mesmos moldes do programa de Hebe Camargo). Desde 1999 apresenta o Mais Você, na Rede Globo. Antes de se tornar jornalista, se formou em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Campus de São José do Rio Preto, especializando-se em Zoologia pela mesma universidade.

Teve câncer e ao ser debelada a doença, voltou a apresentar o programa sem os cabelos, resultado comum da quimioterapia. Foi um programa que emocionou o público, com os colaboradores vestindo uma camiseta onde estava escrito "time da guerreira".

Em 1998 lançou sua própria revista feminina, Utilíssima, e uma revista em quadrinhos, transcrevendo-a e a pessoas próximas a ela, como o ex-marido Carlos Madrulha, em personagens (Aninha, Carlinhos, Louro José, Maria Coruja, Lena, Mirna, entre outros).

Ana Maria foi para a Rede Globo em julho de 1999, semanas depois ter divergências com a direção da Rede Record e estreou o programa "Mais Você" no dia 18 de outubro, ao lado do fiel companheiro, o Louro José.

Em maio de 2012 renovou contrato por mais 4 anos com a Rede Globo, afastando assim os rumores que dariam como certo o fim do programa Mais Você e a sua saída do canal,o que não aconteceu ou acontecerá, se depender do seu público fiel que a ama tanto.

Looks femininos em branco com detalhes fashions.

Camisa rosa Pink com calça branca  e sapato nude.

Camisa jeans em degradê de azul, calça jeans rasgada e bijoux em tons de verde.

Saia longa neon com flores azuis, camisa preta minimalista e sapato preto com tiras grossas.

Calça vermelha minimalista e camisa branca com flor vermelha.

Fátima Bernardes

Fátima Gomes Bernardes Bonner (Rio de Janeiro, 17 de setembro de 1962), mais conhecida como Fátima Bernardes é uma jornalista e apresentadora de televisão brasileira. Entrou na Rede Globo em 1987 como apresentadora do RJTV e ficou nacionalmente conhecida em 1989 apresentando o Jornal da Globo, passou também pelo Fantástico, Jornal Hoje e Jornal Nacional, onde ficou de 1998 a 2011. Passou a ter um programa próprio durante as manhãs da emissora, o Encontro com Fátima Bernardes.

Em 1983, começou a trabalhar no jornal O Globo como repórter de um caderno regional. Em fevereiro de 1987 entrou para a Rede Globo de Televisão após ser aprovada em um curso de telejornalismo da emissora. Meses depois passou também a apresentar o RJTV. Em maio de 1989 assumiu a apresentação do Jornal da Globo ao lado de Eliakim Araújo e em julho de 1989, passou a dividir a bancada com William Bonner, que viria a se tornar seu marido a partir de 1990. Em 1993, começou a apresentar a revista eletrônica Fantástico ao lado de Celso Freitas e Sandra Annenberg. Em 1 de abril de 1996 assumiu a apresentação e edição do Jornal Hoje, voltando ao Fantástico em 1997, formando dupla com Pedro Bial.

Em 21 de outubro de 1997, deu à luz os trigêmeos Vinícius, Laura e Beatriz, e pouco tempo depois em março de 1998 se tornou âncora do Jornal Nacional, o principal telejornal da emissora ao lado do marido William Bonner, cargo que ocupou até 5 de dezembro de 2011. Neste cargo, destacou-se entre outras coisas por ser a enviada especial da Rede Globo para a Copa do Mundo de Futebol (quatro no total). Fátima Bernardes também é recordista do prêmio cedido pelo programa Domingão do Faustão "Melhores do Ano" garantindo cinco estatuetas no decorrer dos anos de 2004, 2005, 2006, 2007 e 2011.

Em 1 de dezembro de 2011, a Rede Globo anunciou em uma coletiva de imprensa mudanças na apresentação do Jornal Nacional. Após quase 14 anos, Fátima Bernardes deixou a bancada do telejornal em 5 de dezembro de 2011 para, segundo palavras dela, realizar um novo sonho.2 Quem entrou no Jornal Nacional para dividir a apresentação com William Bonner foi Patrícia Poeta que estava há cinco anos no Fantástico.

Vestido de renda branco e sandália dourada.

Vestido preto com amarelo e branco.

Vestido construtivista em verde bandeira e azul Royal, bijoux delicadas e futuristas e sapato verde.

Vestido vermelho com cinto cinza e sapato Anabela em preto.

Vestido laranja com cinto preto e sapatilha nude.

Monalisa Perrone

Monalisa Gomes Perrone, mais conhecida como Monalisa Perrone (São Paulo, 12 de Novembro de 1969)2 é uma jornalista brasileira. Atualmente é apresentadora do telejornal Hora Um da Notícia, da Rede Globo.

Monalisa sempre atuou na transmissão dos Desfiles das Escolas de Samba de São Paulo, como repórter. Em 2014, foi elevada ao posto de narradora desse desfile, junto com Chico Pinheiro, com quem já tinha apresentado os telejornais locais paulistas. Ela foi muito elogiada em sua postura perante esse desfile .

O jornal Hora Um da Notícia, novo telejornal de rede da TV Globo, exibido das 5h às 6h da manhã com o objetivo de atender aos trabalhadores que saem cada vez mais cedo de casa.

Após um período, transferiu-se para a Rede Globo, inicialmente foi gerente de operações e de jornalismo e após um certo tempo fez por mais de uma década, reportagens especiais para todos os telejornais da emissora, sempre baseado em São Paulo. Neste período foi também apresentadora eventual do SPTV, Bom Dia Brasil (na participação de SP) e do Bom Dia São Paulo. No último sábado de janeiro de 2015, passou a fazer parte do rodízio de apresentadores do Jornal Hoje.

Vestido roxo com sandália preta.

Vestido preto e branco com sandália preta.

Vestido azul royal com preto.

Vestido cinza minimalista e sandália preta.

Vestido nude e sandália prata.

Vestido azul água minimalista com sapato nude.

Leilane Neubarth

Leilane Neubarth Teixeira (Rio de Janeiro, 15 de novembro de 1958) é uma apresentadora de telejornal, jornalista e escritora.

Formada em Jornalismo pela Universidade de Brasília, casou-se em 1986 com Olívio Petit (diretor artístico do Sportv). Leilane tem dois filhos e iniciou sua carreira profissional na Rede Globo em 1979.

Fez a cobertura do primeiro Rock in Rio em 1985, onde cunhou o termo "metaleiro" para se referir aos headbangers. . Durante esta época ela apresentava eventualmente o Jornal da Globo.

Em 1990 apresentou o jornalistico o Programa de Domingo da extinta Rede Manchete, voltando novamente para a Globo no ano 1991, quando fez inúmeras reportagens especiais para vários programas jornalísticos e algumas vezes apresentou o Fantástico.

De 1996 até dezembro de 2002, apresentou o Bom Dia Brasil, ao lado de Renato Machado. Neste período a audiência do programa foi triplicada. No ano 2000 foi a mediadora do debate entre os candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro promovido pela Rede Globo.

Leilane participou da 21ª edição do Rali Paris Dacar, um dos mais perigosos do mundo, em 1999 na categoria caminhão,  numa parceria com o veterano André Azevedo pela equipe "BR Lubrax", conquistando o terceiro lugar em sua categoria. A aventura da competição é narrada no livro "Faróis de Milha" de sua autoria.

Em 2003, Leilane deixou o Bom Dia Brasil para voltar a ser repórter, contudo, em 2004 ela retornou à ancoragem através do Brasil TV. Continuou a mediar os debates para eleições de prefeitos do Rio de Janeiro realizados pela Rede Globo, e pelo bom desempenho nesta função ela acabou assumindo a apresentação e edição executiva do RJTV 2ª edição. jornal

Atualmente é a apresentadora dos programas Jornal da Globo News (Edição das 18h) e Arquivo N, ambos veiculados pela Globo News.

Look totalmente em branco de seda.

Vestido nude minimalista e Sharpe de flores coloridas.

Macacão marrom minimalista e camisa floral delicada.

Vestido preto com detalhes prateados e sandália vermelha.

Casaco trench coat em branco com sandália preta.

Sandra Annenberg

Sandra Annenberg Paglia (São Paulo, 5 de junho de 1968), mais conhecida como Sandra Annenberg, é uma jornalista e ex-atriz brasileira. É a apresentadora do programa Como Será? e atual âncora do Jornal Hoje, ao lado de Evaristo Costa, telejornal exibido de segunda a sábado pela Rede Globo (do qual também é editora-executiva).

Começou sua carreira na TV em 1974, participando de um teleteatro na TV Cultura. Em 1982 foi repórter do programa Crig-Rá, dirigido pelo hoje cineasta Fernando Meirelles. Na Rede Bandeirantes, apresentou o Show do Esporte ao lado de Luciano do Valle e Juarez Soares e, em 1984, comandou o TV Criança. Na Cultura, ainda, foi apresentadora dos programas Grandes Concertos, Festivais da MPB e Vitória.

Algum tempo depois, trocou a ficção pela realidade; na Rede Record foi apresentadora do Sport Shopping Show, ao lado de Osmar Santos, além do Super Esporte e do TV Franchising.

Entrou na Central Globo de Jornalismo em 1991. Começou como apresentadora da previsão do tempo e de edições regulares no telejornal local São Paulo Já. Como apresentadora da previsão do tempo, tornou-se a primeira mulher a participar da apresentação diária do Jornal Nacional. De 1993 a 1996 apresentou o Fantástico. Entre 1996 e1997 apresentou o SPTV 1ª Edição. Cobriu as Olimpíadas de 1996, em Atlanta. Entre 10 de março de 1997 e 4 de fevereiro de 1998 acumulou as funções de apresentadora e editora-executiva do Jornal da Globo. Em seguida, passou a apresentar o Jornal Hoje, no último ano em que o telejornal foi apresentado no Rio de Janeiro. Transferiu-se para S.Paulo junto com a redação do JH, que passou a ser transmitido da nova sede paulistana da emissora, na av. Dr.Chucri Zaidan. Participou das coberturas das Copas do Mundo-FIFA da Alemanha-2006 e da África do Sul-2010.

Com a chegada de Ana Maria Braga à Rede Globo, em outubro de 1999, a direção da CGJ decidiu mudar o formato do Jornal Hoje. Sandra deixou a apresentação do jornal e, em janeiro de 2000 se mudou para Londres, para ser correspondente e coordenadora do escritório europeu da emissora.

Em 2002 voltou ao Brasil, apresentando o SPTV 1ª Edição ao lado de Chico Pinheiro. No ano seguinte, voltou a apresentar o Jornal Hoje, desta vez compartilhando a bancada com Carlos Nascimento. Nascimento foi para a Rede Bandeirantes em 2004, e foi substituído por Evaristo Costa.1 Em 2008, Sandra recebeu o prêmio Mulher Imprensa com melhor "âncora" (jornalista que apresenta e edita o telejornal) do país.Voltou a ganhar o prêmio em 2009 e 2014.

Em 2013 Sandra Annenberg ganhou o troféu de Melhor Jornalista na premiação Melhores do Ano do Domingão do Faustão referentes ao ano de 2012. Sandra Annenberg ganhou o troféu de Melhor Jornalista na premiação Melhores do Ano do Domingão do Faustão de 2012. Ainda em 2013, voltou a fazer parte do rodízio de apresentadores doJornal Nacional, após a ida de Renata Vasconcellos ao Fantástico.

Em 2012, substituiu Serginho Groisman na apresentação do Globo Cidadania, programa que engloba as iniciativas de responsabilidade social da TV Globo. Em 2014, o programa mudou de formato, passando a englobar as edições semanais do Globo Ciências, Globo Ecologia, Globo Universidade e Globo Cidadania. Sandra continuou na apresentação do novo programa, que passou a chamar-se "Como será".

Saia azul marinho com blusa de seda verde e sapato nude.

Vestido marsala com tiras pretas e sapato preto.

Blusa roxa minimalista, calça cinza minimalista e sapatilha preta.

Vestido azul marinho minimalista e sapato nude.

Vestido em cinza escuro e preto com sapato preto de couro.

Renata Vasconcellos

Renata Fernandes Vasconcellos (Rio de Janeiro, 10 de junho de 1972) é uma jornalista e ex-modelo brasileira. Trabalha na Rede Globo há quase 20 anos e apresentou alguns dos principais jornalísticos da emissora, como Jornal Hoje, Bom Dia Brasil, Fantástico e uma das pioneiras que colocou no ar a GloboNews, o primeiro canal de notícias do Brasil. Atualmente é apresentadora do Jornal Nacional.

 Iniciou sua carreira na televisão em 1996, na Globo News, como apresentadora do turno vespertino do telejornal Em Cima da Hora, junto com Eduardo Grillo. Antes de ser aprovada no concurso que selecionou a equipe pioneira que fundou o canal de notícias, fez estágio em uma agência de publicidade e trabalhos como modelo, como figuração nas novelas A Próxima Vítima e História de Amor e campanhas da Coca-Cola e da Chanel.

Ainda na Globo News, Renata apresentou grandes coberturas, como a vinda do Papa João Paulo II ao Brasil, a morte da princesa Diana e a libertação da residência do embaixador japonês no Peru. Nesses casos, que ocorreram em 1997, ficou horas seguidas no ar narrando os acontecimentos.

A primeira reportagem de sua carreira, e que também marcou a sua primeira aparição na Rede Globo, foi sobre uma exposição do estilista Yves Saint Laurent. Antes de se dedicar ao jornalismo, Renata também estudou moda e usou alguns dos seus conhecimentos sobre o assunto nesta matéria. Posteriormente, foi convidada para apresentar eventualmente o Jornal Hoje aos sábados, em 1997. Durante um período de "troca de cadeiras" entre o Jornal Hoje, Jornal Nacional e o Jornal da Globo, assumiu, entre a saída de Mônica Waldvogel e a entrada de Sandra Annenberg, a ancoragem e chefia do JH por um breve período. Três anos depois, apresentou no Fantástico um quadro sobre serviços ao consumidor.

Em janeiro de 2003, sucedendo Leilane Neubarth, assumiu o Bom Dia Brasil4 , primeiro ao lado de Renato Machado (por oito anos) e, a partir de setembro de 2011, ao lado deChico Pinheiro5 . Renata comandou por seis anos o quadro Coisas do Gênero, sobre comportamento feminino. Em 2011, junto com Renato Machado e com ajuda de comentaristas convidados, apresentou uma edição especial do Bom Dia mostrando todos os detalhes da cerimônia do casamento do príncipe William com Kate Middleton.

Em 2005, entrou para o rodizio de apresentadores eventuais do Jornal Nacional, na vaga deixada por Ana Paula Padrão. Em janeiro de 2011, cobria as férias de Fátima Bernardes quando ocorreu a maior tragédia de causa climática da história do Brasil, na região serrana do Rio de Janeiro. Renata ancorou o JN por dois dias direto deTeresópolis, cenário da destruição.6 Em janeiro de 2013, Renata substituíra Patricia Poeta quando se deu a segunda maior tragédia por incêndio do país, o incêndio na boate Kiss, que matou 242 pessoas. No dia seguinte, Renata apresentou o telejornal do estúdio e William Bonner, direto de Santa Maria.

Em julho de 2013, durante a visita do Papa Francisco ao Brasil, para a Jornada Mundial da Juventude, Renata participou das transmissões ancorando flashes durante a programação da Globo.

Em 6 de outubro de 2013, assumiu a apresentação do Fantástico, fazendo dupla com Tadeu Schmidt, substituindo Renata Ceribelli e Zeca Camargo. Sete meses depois, o programa sofreu uma grande reforma de formato, apostando mais no dinamismo e na interação com o público em um cenário high-tech que passou a ser integrado a redação.

Em 3 de novembro de 2014, estreou no Jornal Nacional como editora-executiva e apresentadora titular ao lado de William Bonner e sucedendo Patricia Poeta.

Blusa amarela, saia preta minimalista e sapato cinza.

Camisa verde bandeira, calça preta minimalista e sapato nude.

Vestido vermelho minimalista e sapato scarpin em nude.

Vestido de renda azul marinho e sapato nude minimalista.

Vestido de couro em preto e sapato marrom.

Maria Beltrão

Maria Coutinho Beltrão (Rio de Janeiro, 7 de setembro de 1971) é uma jornalista brasileira.

Formada em Jornalismo em 1996 pela UniverCidade. Maria ingressou na Rede Globo de Televisão graças ao convite de Alice Maria que conheceu Maria num curso de expressão em vídeo ao final da faculdade. Neste mesmo ano passou a ser apresentadora doEm Cima da Hora,o telejornal que era exibido a cada hora cheia, na GloboNews.

Dentre os seus trabalhos, destacam-se a apresentação dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro (onde estava desde 2002 até 2008, junto de Cléber Machado) e a entrega do Oscar junto de José Wilker, ambos na TV Globo, além das numerosas traduções simultâneas de eventos em francês, inglês e espanhol.

Foi a escolhida para representar toda a equipe da GloboNews no programa de entrevista de Jô Soares, por ocasião dos 10 anos da emissora. Em 2009, voltou ao Programa do Jô, durante as comemorações do primeiro aniversário do telejornal Estúdio i.

Na Rede Globo de Televisão foi apresentadora eventual dos telejornais Bom Dia Brasil, RJTV. Em outubro de 2006, Maria estreou um novo programa, ao vivo, na GloboNews: o Entre Aspas, que atualmente é exibido as terças e quintas sempre às 23h00, mas em agosto de 2008 deixou o programa para apresentar o Estúdio i, é um telejornal diário próprio que tem como principal característica a informalidade e está no ar desde outubro de 2008.

Desde o ano de 2006 até o ano de 2014, Maria Beltrão apresenta a Cerimônia do Oscar na Rede Globo, ao lado de José Wilker. Com a morte do ator em 2014, a transmissão conta agora com uma tradutora simultânea e os comentários de Maria, Arthur Xexéo e Lázaro Ramos. O cinema é uma grande paixão da jornalista, que se prepara bastante para apresentar o Prêmio. Maria mergulha no universo do cinema e procura estar pronta para a maior variedade possível de comentários. 

Com duração de uma hora e meia,o telejornal Estúdio i traz a marca registrada de Maria Beltrão. O programa vai ao ar de segunda a sexta feira, sempre às 14 horas. O Estúdio iconta com comentários especializados e aprofundados,de maneira informal, nos temas de Economia, Cultura, Saúde, Política Internacional e Esportes.

Além disso, acontecem entrevistas ao vivo com cantores, atores, artistas ou especialistas em algum tema específico, que seja enriquecedor para a discussão, de acordo com a pauta do programa.

Além do aprofundamento nos assuntos e da informalidade na abordagem, outro traço essencial do Estúdio i é a interatividade. O programa conta com um site, no qual os internautas têm a oportunidade de responder a enquetes, e postar perguntas e comentários que são lidos ao vivo durante sua exibição.

Vestido nude com cinto grosso trançado e maxi brinco vermelho.Muito sorridente ao lado da amiga e apresentadora Angélica.

Vestido roxo minimalista e sapato baixo em preto.

Vestido preto com blazer vermelho.

Saia preta minimalista e camisa branca furada. Sempre muito bem acompanhada pelo ator Lázaro Ramos e pelo Jornalista  Artur Xexéo

Camisa preta minimalista, saia cinza com branco e sapatilha preta.

Noeli de Carvalho

Noeli de Carvalho e Silva, Natural de Porto Alegre – RS, Residente e domiciliada em Salvador – BA há 27 anos. Trabalhou na Folha da Tarde em Porto Alegre – RS, Casa Dico como Assessora de Imprensa em Relações Públicas em Porto Alegre - RS, Jornal do Comércio em Recife – PE, Universidade Federal de Pernambuco como Assessora de Imprensa em Recife - PE, Empresa Gráfica da Bahia em Salvador  - BA. Formada em Jornalismo pela PUC – RS desde 22 de Dezembro 1979. No dia 13 de Maio de 2013, participou do lançamento da sua Coletânea Poética 13, onde divulgou o seu livro que contou com a participação de mais 12 poetas totalizando o número de 13 escritores. Atualmente é Editora, Produtora e Jornalista de Moda do Blog Anjinha da Moda, Blogueira, onde trabalha como Colunista de Moda no Jornal da Cidade Online. Ganhou visibilidade na Página no Facebook, onde se tornou muito conhecida por criar expressões usuais suas comentadas e compartilhadas, que se popularizaram e se tornaram uma febre, uma mania e foram incorporadas ao dia a dia de outras pessoas: ”Beijos no coração <3” “Imperdível”, ”Fato”, "Curti e compartilhei”, "acontecimento social", “Face Amigos", entre outras. Criou os grupos Amigos e Beijos no Coração , BATALHA DE POESIAS E CONTOS (herdou de presente), Modelos e Amigos (as) que amam a Moda e Administra o grupo Raízes Poéticas É Poetisa e fã incondicional de poesias desde  a sua adolescência sendo idealizadora da Página Poesias da Jornalista Noeli de Carvalho, além também  de ser  Escritora e Cronista na Página Fábulas, Contos, Estórias e Poemas Infantis.

Tailleur em verde menta e detalhes brilhantes em dourado.

Vestido preto com estrela amarela, casaco preto com babado e sapato amarelo.

Vestido longo, de lurex, em prata e mullet.

Vestido longo em tons de lilás, pêssego e prata.

Calça jeans rasgada, camisa floral, casaco tié dye em tons de azul, sandália plataforma em gelo com franjas e cinto gelo com pedra turquesa.

Ponto de vista:

Em nossa opinião estas jornalistas acima citadas esbanjam talento, criatividade, profissionalismo e competência de sobra, que valorizam não só os seus trabalhos, como a profissão de uma classe, que elas representam, com muita dignidade e dinamismo.

Estas formadoras de opinião que atuam ou atuaram como repórteres, apresentadoras, âncoras, colunista de moda são sérias e valorosas profissionais polivalentes, que procuram se aperfeiçoar, com muita dedicação e doação naquilo que elas fazem de melhor: o seu trabalho. No seu convívio diário com as pessoas passam o seu recado e conquistam admiradores das suas carreiras bem sucedidas.

Com muita responsabilidade e credibilidade estas jornalistas informam, opinam, enfocam as nuances das notícias, sempre respeitando os parâmetros da ética, que rege e dita a atuação de todos os jornalistas.

Informações diárias sobre Moda acessem o nosso Blog Anjinha da Moda: www.anjinhadamoda.com.br

Por hoje é só. Até o nosso próximo encontro. Espero por  vocês, falando de outro novo tema

Jornalista: Noeli de Carvalho e Silva

Noeli de Carvalho e Silva

Editora - Jornalista e Produtora de Moda - Poetisa - Escritora de Fábulas, Contos, Estórias e Poemas Infantis.

Comentários