Caso de mãe de 18 anos que usou arma para salvar o bebê é argumento de armamentistas (veja o vídeo)

Na época o caso ficou famoso e agora volta a ser mencionado nas redes sociais por armamentistas. 

A mãe de 18 anos que utilizou uma escopeta para matar o invasor e proteger o filho, um bebê de apenas 3 meses de idade.

O episódio que ganhou fama internacional, aconteceu em maio de 2012 próximo a Oklahoma City, nos Estados Unidos.

Sarah McKinley estava em casa sozinha com a criança, quando viu pela janela dois homens rondando casas vizinhas, um deles com uma faca de caça de 30 cm de comprimento.

"Peguei a [escopeta] calibre 12, fui até o quarto e peguei a pistola, coloquei a mamadeira na boca dele e liguei para a polícia".
O áudio da ligação foi gravado pela polícia:
- Estou com meu bebê sozinha em casa, vocês podem mandar alguém imediatamente? (...)
- Suas portas estão trancadas?
- Sim. Tenho duas armas nas minhas mãos, posso atirar nele se ele tentar entrar?
- Não posso dizer que você pode fazer isso, mas faça o que você precisar fazer para proteger seu bebê.
Em seguida, ouve-se o disparo. A polícia considerou que a atitude foi justificada.

"Não teria feito isso se não fosse pelo meu filho. Eu tinha que protegê-lo", conta Sarah, que estava sozinha com a criança porque ficara viúva. O marido morreu de câncer no dia de Natal.

Abaixo, veja o vídeo.

Fonte: G1

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Circulando na rede