Na hora do embate petistas abandonam parceiro em CPI da JBS

A bancada do Partido dos Trabalhadores simplesmente sumiu. Não ficou um deputado sequer para dar apoio ao ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho, simplesmente ‘metralhado’ por parlamentares de outros partidos.

Coutinho foi ouvido na terça-feira (3).

Ele dirigiu o BNDES durante as gestões dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff e foi o responsável direto pela disponibilização de créditos bilionários para o grupo JBS.

Luciano Coutinho é alvo da Operação Bullish da Polícia Federal, que apura irregularidades nos investimentos do banco. Ele já foi conduzido coercitivamente para depor numa oportunidade e tudo caminha para a sua condenação.

De acordo com a investigações, o ex-presidente do BNDES agia em conluio com o ex-ministro Antonio Palocci. Estima-se um prejuízo de pelo menos R$ 1,2 bilhão provocado aos cofres públicos.

Mesmo abandonado pelos companheiros, no caso os deputados do PT, Coutinho é testemunha de Lula em uma das ações que o petista responde na Lava Jato.

da Redação

Comentários

Mais em Política