Luciana Genro e o início da queda, depois que divulgou o presente que deu ao sobrinho

Poucos aplaudiram a atitude da ex-candidata a presidente da República. Esses argumentavam que o gesto de presentear o sobrinho com um carrinho de bonecas significava um procedimento antimachista.

A maciça maioria reprovou e ficou verdadeiramente indignada, fazendo com que a cotação eleitoral de Luciana no Rio Grande do Sul atualmente esteja reduzida a quase ‘zero’.

O fato ainda foi encarado como 'zoação' ao pequeno garoto.

A legenda da foto postada nas redes sociais foi elucidativa:
‘Dia da criança, meu sobrinho pediu um carrinho e ganhou. Aprendendo que cuidar de bebê não é só tarefa das mulheres’.
“Ainda há uma forte tendência de exigir da mulher que ela seja principal responsável pelos cuidados com o filho e com a casa. E que ao homem cabe, na melhor das hipóteses, ajudar a mulher, e não ser parceiro dela nessas tarefas”, ainda se defendeu Luciana.
Hoje se vê, era o início da pregação do PSOL, culminando com a recente exposição Queermuseu.

Ou seja, a aparente despropositada postagem fazia parte de uma estratégia.

Todavia, tudo indica que Luciana e companheiros não estão conseguindo êxito.

A rigor, trata-se de um caminho complicado envolver crianças inocentes em pregações ideológicas.
da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco RS

loading...