Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira

Médico anestesiologista, socorrista e professor universitário

Quem vencerá esta queda de braço? Os artistas de esquerda ou a sociedade tradicional? (veja o vídeo)

As redes sociais estão repletas de mensagens e postagens repudiando manifestações artísticas, programas televisivos, reportagens jornalísticas, propagandas comerciais que afrontem os valores tradicionais da família brasileira.

Em contrapartida, estes mesmos setores que se auto intitulam modernos e liberais estão se mobilizando para contra-atacar os que se sentem agredidos pela "sua arte".

Uma verdadeira guerra está sendo travada no campo de batalha virtual.

Qual o objetivo real desta investida contra os valores morais e tradicionais da sociedade brasileira? O que está por trás desta estratégia?

O problema é bem maior do que parece e precisa ser encarado com coragem pela sociedade brasileira, sob pena de perdermos o controle da situação. 

Por que a fé e o cristianismo são tão odiados e atacados por este grupo?



Instituições milenares que respeitam as tradições, a moral, a ética e os bons costumes são a última barreira a ser derrubada para que se possa implantar com tranquilidade um "novo" modelo de sociedade.

Fazendo -se uma analogia com o mundo da computação, é necessário baixar um "novo programa" neste computador chamado sociedade e o antivírus mais potente atualmente se chama IGREJAS CRISTÃS (Católicas Tradicionais e Evangélicas).

Ridicularizar tudo o que é tradicional e conservador, valorizando o que é "moderno”, é a tática mais utilizada, como denuncia este intelectual:

"Aqueles que mais fizeram para espalhar essas ideias, os verdadeiros portadores do racionalismo construtivista e do socialismo, não são, porém, cientistas notáveis. Eles tendem antes a ser chamados ‘intelectuais’ que em outro lugar chamei indelicadamente de ‘vendedores de ideias de segunda mão’: professores, jornalistas e ‘representantes da comunicação social’ que, após terem absorvido rumores nos corredores da ciência, proclamam a si mesmos os porta-vozes do pensamento moderno, pessoas superiores, em termos de conhecimento e virtude moral,...., indivíduos cujo dever mesmo é oferecer novas ideias ao público _ e que devem, para fazer com que a mercadoria oferecida pareça nova, ridicularizar tudo que é tradicional. Para eles,...’novidade’ ou ‘notícia’, e não a verdade, torna-se o principal valor..." ( F.A.Hayek _ Prêmio Nobel de Economia em 1974 ).

A estratégia é simples, eficaz e por isso perigosa.

Por que escolheram nossas crianças como alvo a ser atacado?

Por que é mais fácil tentar implantar um novo "programa", um novo "chip", na cabeça de jovens inexperientes e inocentes.

Como computadores recém adquiridos, são mais vulneráveis, porque ainda são imaturos e inexperientes, o equivalente a um computador sem a proteção de um bom e eficiente antivírus.



Resumindo:

• ridiculariza-se o que é tradicional;

• hipervaloriza-se o que é "novo e moderno";

• investe-se na doutrinação de crianças e jovens;

• por serem naturalmente "revolucionários" a proposta será benvinda;

• crianças doutrinadas se tornam rebeldes e imunes aos valores familiares, que por serem tradicionais serão repudiados;

• intelectuais, artistas, professores e o Estado, poderão assumir a educação dos jovens doutrinando-os como lhes convém.

Ou a sociedade se une na luta contra esta política nefasta que está em plena atividade em nossa sociedade brasileira, ou seremos realmente destruídos.

O filme, First Killed My Father (Primeiro Mataram Meu Pai), dirigido por Angelina Jolie e exibido na NETFLIX, demonstra na prática o que relato. Neste filme, à sociedade Cambojana sofre com a implantação e a doutrinação marxista-comunista.

Vale à pena conferir.

Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira

Médico anestesiologista, socorrista e professor universitário

Mais de Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira

Comentários

Notícias relacionadas

loading...