Sem chão, Cabral adota estilo Lula e parte para ameaças e ofensas contra o juiz (veja o vídeo)

A tática de Cabral está semelhante a de Lula. Não poderia ser diferente, ambos foram parceiros inseparáveis.

Cabral e Lula ganharam dinheiro juntos, foram felizes juntos e comemoraram abraçados muitas façanhas ilícitas e extremamente rentáveis.

As diferenças ficam para o fato de que Lula ainda está solto, Cabral não ficou viúvo e Lula tem ainda uma plêiade de insanos petistas que insistem em aplaudir as suas bravatas e as suas mentiras.

Assim, Lula utiliza a sua liberdade para mentir e bravatear. Sérgio, por sua vez, tem que reconhecer erros, infinitamente menores do que os crimes que cometeu, mas tem que admitir.

O ex-presidente põe toda a culpa na mulher, Marisa Letícia, já falecida. Cabral assume a culpa dos erros que admite, pois a mulher, Adriana Ancelmo, ainda está viva.

Lula, ainda solto, tem o PT e seus militantes, míopes e alienados. O ex-governador está abandonado.

Lula ataca o juiz Moro e tenta de todas as formas desacreditá-lo, usando inverdades, falsidades, difamação e calúnia. Sérgio Cabral ataca Bretas, com ameaça velada, inclusive usando a família do magistrado.

A dupla tenta de todas as formas sobreviver, mas no final, certamente irá morrer abraçada.

Abaixo, veja o vídeo, no momento em que Cabral insulta Bretas:

da Redação

Comentários