A Globo e o objetivo macabro de transformação da pedofilia numa “doença incurável”

Esse é o objetivo, que vem sendo adredemente planejado há muito tempo, sabe-se lá com quais propósitos, transformar a pedofilia numa doença incurável.

O fato é que já existe até um consentimento de parte da sociedade de que o pedófilo é um doente, jamais um criminoso.

E, nesse sentido, como doente ele deve ser tratado.

Reportagem publicada no portal Globo.com nesta quarta-feira (1) demonstra claramente esse objetivo.

Veja o que diz a matéria:

“A pedofilia é uma doença crônica, que não tem cura. Os médicos fazem uma comparação com a diabetes e o alcoolismo, que exigem cuidado redobrado e tratamento por muito tempo, ou talvez por toda a vida. Nesse sentido, a internet surgiu como um complicador, tanto para os pacientes quanto para os profissionais que fazem esse acompanhamento.”

E prossegue a inusitada matéria do portal da Rede Globo:
"A GloboNews entrevistou um homem que, por medo de ser preso por pedofilia, passou a fazer tratamento para se livrar da doença. Ele foi denunciado por uma vítima e já está há dois anos tomando medicação e fazendo terapia de grupo para evitar recaídas."
“Ocorreu quando aconteceu um fato com uma criança e essa criança falou com a mãe. E a partir desse momento minha família toda ficou sabendo, né? E foi onde entrou esse maior desespero na minha vida”, relata.
"Tinha, primeiro, o medo de todos descobrirem, e, segundo, o medo de ir pra cadeia, né? Porque a gente sabe que na cadeia a coisa não é fácil pra quem passa por esse processo.”
“Eu fui confiante de que ia conseguir me tratar e ficar bem. Eu fui com isso. Porque eu acho que, quando você não sabe que existe o tratamento é uma coisa; depois que você sabe que existe o tratamento muda tudo na vida da gente.”
“Eu acho que essa doença, ela tem que ser tratada assim como você trata sobre as drogas, sobre a bebida, e tudo isso aí. É complicado. Mas tem tratamento também. Se você for prender todos aqueles que são viciados em drogas, pode ver que a maioria sai de lá pior do que entrou.”
Na sequência a matéria explica como deve ser feito o tratamento, esclarece que é muito difícil evitar ‘recaídas’, mas pontua sobre a possibilidade de algumas medidas preventivas.

A matéria completa pode ser visualizada neste link: CLIQUE AQUI. 

Porém, o fato é que o portal da Rede Globo e o Globo News, com todo o seu poder de manipulação, já definiram que pedofilia é doença, pedófilo é doente e merece compaixão e tratamento.

O curioso e inadmissível é que em nenhum momento o trabalho jornalístico se preocupou em analisar a situação das vítimas.

Sem dúvida é uma tentativa cruel de tentar minimizar uma atrocidade.

da Redação

Comentários

Mais em Denúncias