UFSC proíbe evento contrário ao “comunismo”, mas é barrada pela Justiça

A Universidade Federal de Santa Catarina, sem qualquer satisfação coerente e condizente, proibiu a realização de um evento em memória das vítimas do comunismo.

A ‘Semana Vítimas do Comunismo: 100 Anos da Pior Tragédia do Século XX’, estava marcada para acontecer entre os dias 6 e 10 de novembro, no auditório do Centro Sócio-Econômico (CSE) da universidade. 

Na última hora foi comunicada a proibição para um evento marcado há mais de um mês. Atitude antidemocrática e rasteira.

Felizmente os organizadores não se entregaram e nem desanimaram. Entraram com uma ação na justiça e conseguiram liminar para a realização do encontro.

A decisão judicial foi baseada na ideia de que a universidade deve ser um local de ‘plural manifestação democrática’.
___________


___________
O evento começa nesta terça-feira (6). Agora, o temor dos organizadores é que elementos militantes de partidos de esquerda tentem de alguma forma obstaculizar a realização das palestras.

Veja abaixo a decisão que concedeu a liminar:

da Redação

Comentários

Mais em Tema Livre