PF desvenda atuação de Cabral como chefe de quadrilha de dentro do presídio

Mais uma vez fica evidenciado que a decisão de transferência do ex-governador Sérgio Cabral Filho para o presídio federal de Campo Grande (MS), foi acertada, mas infelizmente desfeita pelo ilustríssimo Gilmar Mendes.

De dentro do presídio o meliante do PMDB estaria financiando a montagem de dossiês contra o juiz Marcelo Bretas.

Uma investigação sigilosa efetivada pela Polícia Federal detectou a ação espúria e criminosa.

Sabe-se que o ex-governador mantém um fundo milionário para financiar uma verdadeira devassa sobre a vida de todas as autoridades que estão a obstaculizar a sua defesa.

Documento obtido pela PF mostra o nome do juiz Marcelo Bretas sendo pesquisado no sistema policial do Rio de Janeiro.

Com base nesses dossiês que Cabral descobriu que parentes do juiz são proprietários de uma empresa de bijuterias no centro do Rio.

O ex-governador tem em mãos toda a vida do juiz e de outros integrantes da Operação Lava Jato.

É muito provável diante desses fatos novos que o Ministério Público peça novamente a transferência do ilustríssimo presidiário.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça