assinante_desktop_cabecalho

A reforma trabalhista e o destino dos sindicalistas desempregados

Ler na área do assinante

Entrou em vigor a revogação da Lei Áurea chamada pelos golpistas nazifascistas de ‘reforma trabalhista’.

Hoje cedo vi nas ruas milhares de pessoas sendo obrigadas a ir ao local de escravidão (apelidado pela zelite branca paulista de "emprego") para receber chicotes no lombo dos senhores de escravos (patos paneleiros com camisa da CBF conhecidos como "empregadores").

Sem a resistência de movimentos dos trabalhadores (dizimados pelo fim da gloriosa contribuição democrática sindical), milhões de pessoas foram obrigadas pelos patrões a deixar a proteção dos direitos trabalhistas e a Consolidação do Lindo Trabalho (CLT, trazida a nós pelo decreto-lei do profeta Getúlio Vargas) para trabalhar de forma intermitente, recebendo 1 real por cada hora de trabalho efetivo.

___________

___________

Milhares de ex-sindicalistas vagam pelas ruas, perdidos, mendigando um cargo comissionado numa repartição estatal qualquer. Os poucos que não tiveram os dedos atrofiados por anos de defesa dos trabalhadores em churrascos, greves e manifestações buscam na Internet o significado das palavras "currículo" e "emprego". Pessoas vestidas de vermelho tentaram saquear uma fábrica de mortadela e foram brutalmente reprimidas por bombas de efeito laboral (carteiras de trabalho escravo) jogadas por PMs (Phacistas de Mussolini).

Grávidas agora trabalham com urânio. Empresas de construção civil terceirizaram a terceirização dos escravos para terceiros. Férias, feriados e finais de semana foram extintos e substituídos pelo trabalho em casa ("rômi ófici") 24 horas. O almoço foi trocado por coxinha para garantir mais uma hora de mais-valia no bolso do burguês. Jovens que buscam a primeira carteira de trabalho escravo não sabem mais como se aposentar, apesar das mudanças não terem nada a ver com aposentadoria.

Vejo um futuro com nuvens afrodescendentes. Ditadores superhiperultraneoliberais usam a matemática racista para dizer que a Previdência Social tem déficit e também deve passar por reforma! Querem enganar quem? Basta o governo imprimir mais dinheiro que dá bilhão!

Continuaremos na resistência contra todos aqueles que desejam transformar o Brasil em paraísos de exploração escrava como EUA ou Reino Unido! Seguiremos em busca da liberdade de Coreia do Norte, Cuba e Venezuela!

FORA TRABALHO! FORA TRABALHO! FORA TRABALHO!

(Texto de Marcelo Faria. Empreendedor e presidente o Ilisp)

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar