Joesley e Cardozo, confidentes, revela advogada

A delação da JBS foi extremamente seletiva e não atingiu como deveria os parceiros mais contumazes do grupo empresarial: o PT e Lula.

As investigações estão a demonstrar que Joesley fez o acordo que bem entendeu e revelou apenas o que achava conveniente.

O próprio Joesley já revelou que possui outras gravações que envolvem políticos.

Em depoimento prestado à Polícia Federal no dia 24 de outubro, a advogada Fernanda Tórtima, que atuou na delação da JBS, afirma que Joesley Batista tem em mãos uma gravação onde o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo conta ‘questões pessoais’ envolvendo ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Não se sabe ao certo quais seriam essas ‘questões pessoais’, mas o fato notório é que Joesley e sua quadrilha contaram somente o que quiseram e escolheram quem iriam delatar.

Um absurdo, principalmente considerando os benefícios obtidos.

Que fiquem presos até que resolvam contar toda a verdade do que sabem e do que fizeram.


da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...