Funcionários da CUT ameaçam deflagrar greve

E não é piada. Com a saída do PT e o fim do imposto sindical, a receita da Central Única dos Trabalhadores (CUT) teve uma queda sensível, desesperadora e abrupta.

Diante disso, a alternativa é uma só. Diminuir despesas.

Antes, a situação era tranquila e o dinheiro entrava fácil nos cofres da instituição.

Somente em 2016 a CUT recebeu a bagatela de R$59,8 milhões a título de contribuição sindical.

Sem essa grana, a entidade acaba de lançar um Programa de Demissão Incentivada (PDI) e pretende enxugar em 60% a sua folha de pagamento.

Diante disso, os 178 funcionários, todos temerosos com a perda do emprego, estão estudando a possibilidade de deflagrar uma ‘greve geral’.

É a CUT experimentando do seu próprio veneno.

Fonte: Folha de S.Paulo

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Tema Livre