Doutrinadora é confrontada por aluno em sala de aula do RS (veja o vídeo)

Professores que deviam se preocupar um pouco mais em ensinar, se dedicam a doutrinação ideológica em sala de aula. Está errado.

A orientação para tal comportamento é partidária. Um absurdo.

Independente do posicionamento político do professor, qualquer que seja ele, a preocupação na escola deve ser tão somente ensinar, educar. Nada mais.

O vídeo, ao final da matéria, foi feito há poucos dias numa escola pública gaúcha. É o flagrante de uma professora em plena doutrinação socialista, quando é confrontada por um aluno, que questiona o fato de ela ser proprietária de um carro de luxo.

“A senhora tem uma Azera, né professora?”

Constrangida, ela responde que a Azera é usada e que ela tem o carro graças a 'um empresário mau-caráter', que demitiu o marido e não saldou os direitos trabalhistas. O veículo teria sido produto dos recursos obtidos com a ação trabalhista.

Novo Azera 2017 é avaliado em R$ 177.000
Novo Azera 2017 é avaliado em R$ 177.000

Está em curso a ideia da criação do confronto entre ricos e pobres.
Não é conversa para sala de aula. Não acrescenta absolutamente nada.

Abaixo, veja o vídeo e tire suas conclusões.
da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Educação

loading...