Piada: Temer sinaliza candidatura caso a economia melhore em 2018

O presidente Michel Temer, em um sinal claro de desconexão com a realidade, cogita uma candidatura nas eleições de 2018, condicionando-a à melhoria da economia durante o ano de 2018. A informação é de Nonato Viegas para a Época.

Detestado tanto pelas esquerdas adeptas do discurso do “golpe” quanto pela direita que vê em Temer um cúmplice de Dilma, o presidente parece ignorar todos os sinais de desaprovação de seu governo pela população. Mas a simples impopularidade não é garantia de que sua reeleição seja impossível. Sob as graças do PMDB, uma reeleição está longe disso.

Mas, apesar da força do PMDB, Temer terá de contar com um eleitorado capaz de ignorar por completo as denúncias barradas pela Câmara dos Deputados. O presidente teria recebido propina de R$ 500 mil da JBS através de Rodrigo Rocha Loures e chegou a ser chamada de “ladrão-geral da República” por Joesley Batista.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política