Ministro do Esporte é ativo no esquema do pai e age para obstruir a Justiça

Ler na área do assinante

Parece não haver qualquer dúvida de que a família Picciani agia em conluio para ganhar dinheiro, auferir lucro fácil e alastrar os seus esquemas de propina.

O velho Jorge, um dos caciques da política carioca, está devidamente recolhido ao xilindró, onde divide cela com seu antigo parceiro e comparsa, Sérgio Cabral Filho.

Enquanto isso, Leonardo Picciani, ora alojado no Ministério do Esporte, age sorrateiramente na tentativa de obstruir o andamento de investigações que envolvem o seu nome.

Segundo a Revista Época, o ministro determinou a seus assessores que levantem informações a respeito da delação do marqueteiro Renato Pereira.

A ousadia de Leonardo Picciani é tão grande que em pleno 2017, em tempos de Lava Jato, com tanto político preso, ele teria armado um esquema para ganhar dinheiro em cima da publicidade do ministério.

Nesse sentido, teria direcionado a licitação para a agência de Pereira, que agora o acusa de corrupção, e menciona para corroborar suas alegações, os registros de visitas no prédio do ministério e a vitória no processo licitatório.

da Redação
Ler comentários e comentar