A trajetória sinistra dos “celulares” de Aécio Neves

Aquela conversa sinistra com o empresário Joesley Batista, quando Aécio perdeu às completas todas as características de ‘bom moço’, foi um grande vacilo do senador.

Ele jamais poderia imaginar que estava sendo gravado pelo infame empresário.

Aécio sempre foi cauteloso.

Tanto é verdade que na visita que a PF realizou no apartamento do senador, logrou encontrar dois aparelhos de telefone celular. Ambos, em nome de ‘laranjas’.

Um em nome de um lavrador de Minas Gerais e o outro no nome de um montador de andaimes do Espírito Santo.

Cauteloso e versátil, bem mineirinho...

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política