Isso não é um penteado "afro”

Pelo contrário, é um estilo comumente associado a "gente branca". Algumas pessoas podem achar lindo, outras podem achar horrível. 

Mas o fato é que, não importa o que você ache, essa pessoa provavelmente teria dificuldades pra conseguir um emprego "sério" em muitos lugares. 

Poderia receber sugestões sutis ou explícitas de "mudar o visual", ou tão somente aquele "qualquer coisa entramos em contato", mas o estilo do cabelo com certeza a faria perder várias oportunidades de emprego. 

E ninguém diria que ela foi vítima de racismo. 

Porque todo mundo compreende o fato que, cabelos enormes, coloridos e espalhafatosos não são apropriados pra certos ambientes. Você pode até achar que são padrões bobocas, preconceituosos, que fazem associações impróprias (geralmente a drogas e violência), mas definitivamente não pode dizer que são raciais. 

O que temos visto, recentemente, é uma galera que usa penteados igualmente espalhafatosos, mas com temática afro, se dizendo vítima de racismo - porque seu ninho de dreads gigantescos ou seu black-power rosa fosforescente não foi aceito pra um emprego naquele hospital, restaurante, loja de departamentos ou escritório de advocacia.

E a maioria das pessoas engole o discurso de racismo sem questionar. Até porque, sabe como é... questionar discursos de racismo "não pega bem". É quase uma heresia na nova religião do século XXI.

Ainda bem que eu estou acostumado a ser blasfemo.

(Texto de Clarion de Laffalot)

da Redação

Comentários

Mais em Tema Livre