“Lugar de fascista é na ponta do fuzil”, gritam estudantes da USP e acabam com evento (veja o vídeo)

Devidamente orientados, estudantes ligados ao PT, PCdoB, PSOL e congêneres, em pleno prédio da Universidade de São Paulo (USP) e na luz do dia, invadiram uma sala onde se realizava um simpósio de estudantes que não simpatizam com as ideias mais à esquerda, e simplesmente destruíram o evento, na quarta-feira (29).

Aos gritos e com extrema violência, os insanos militantes expulsaram os participantes do evento e agrediram com socos o palestrante.

Publicações ligadas aos partidos mencionados reverenciaram a atitude dos estudantes, incentivando a violência e a insanidade.

O jornal ‘Diário da Causa Operária’ pontuou o seguinte:

Esse é mais um episódio que mostra que o caminho a ser seguido é o caminho da luta contra a direita. Ao contrário do que defende a esquerda pequeno-burguesa, é impossível derrotar o golpe e a direita apenas com discursos. É preciso uma política que se oponha energicamente aos golpistas. No caso da extrema-direita, que é um subproduto do avanço do golpe, é preciso estar preparado para combater com os meios que forem necessários. Os estudantes mostraram como se faz.
Não é por acaso que a USP deixou de ser a melhor faculdade do Brasil, ocupando atualmente um modesto 10º lugar.

Abaixo, veja os vídeos:

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política