Em Passo Fundo (RS) empresário é acusado de comandar espancamento de garotos de 18 anos

Um empresário conhecido como Jack Romano, proprietário de uma loja de alto padrão em Passo Fundo (RS), está sendo acusado de comandar um espancamento a um grupo de jovens na última quarta-feira (29) em um edifício de luxo – Edifício Lugano - localizado no centro da cidade.

A motivação para tal teria sido uma rivalidade por causa de futebol. O empresário e o grupo de amigos valentões eram torcedores do Grêmio e assistiam a partida da final da Libertadores no salão de festas do prédio.

Os meninos, todos com 18 anos recém-completados, torcedores do Internacional, assistiam ao jogo no 7º andar, no apartamento de um dos garotos.

Segundo testemunhas, durante a partida houve provocações mútuas, nada anormais, coisa natural na rivalidade entre torcedores das duas torcidas.

Após o jogo, o grupo de garotos desceu para ir embora, quando foi interpelado por Jack, ensandecido, fora de si e extremamente violento.

As câmeras do edifício filmaram tudo e mostram com precisão este momento.

A reportagem teve acesso à filmagem, mas não conseguiu uma cópia. Agentes da empresa de segurança alegam que Jack Romano teria feito inúmeras ameaças caso houvesse qualquer tipo de vazamento das imagens.

De qualquer forma, tudo deverá ser anexado no inquérito que apura o caso.

Nas imagens produzidas pelas câmeras vê-se claramente quando Jack xinga e intimida os garotos. As imagens também demonstram que os meninos não esboçam nenhuma reação, pelo contrário, ficam encolhidos e tentam argumentar.

Jack, percebendo que conseguiu amedrontar os garotos, se prevalece e distribui tapas na cara de uns três. Na sequência, chama os amigos, os tais médicos e advogados.

Esses amigos entram em cena e prensam os garotos, distribuindo inúmeros socos e pontapés. Um espetáculo horripilante.

Nas redes sociais, o tal ‘Jack’ relatou a sua maneira o ocorrido. As imagens captadas demonstram que falta com a verdade. De qualquer forma, eis a narrativa do agressor:




A mãe de um dos garotos, Claudia Batistella, nas redes sociais despejou a sua indignação. Veja:

 

Fica o registro do absurdo do que fizeram num prédio de luxo, habitado por famílias decentes.

Pelo menos, três garotos ficaram bastante machucados. Um deles teve as costelas quebradas. Outro levou diversos pontos na cabeça.

Tudo isso por causa de uma rivalidade no futebol.

Lamentável.


da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco RS

loading...